segunda-feira, 11 de abril de 2016

O manual da vida - Wemerson Costa

Resenha por: Vitória Bueno
Nota: 9/10
Livro: O manual da vida - o fim da solidão
Autor: Wemerson Costa
Número da páginas: 48
Editora: DCost




Sinopse: Todos temos um reino dentro de nós. Um reino que tem a necessidade de ser alimentado com aplausos e gritos de clamor. Ainda que seja por medo ou respeito queremos ser considerados especiais. Após postar uma foto numa rede social muitos ficam ansiosos em saber quantas curtidas vão ganhar. Alguns são bem apelativos, do tipo: olhe para mim, como meu corpo é perfeito, sarado e bem torneado.
Quase sem roupa, algumas meninas escrevem na legenda "#feia", apenas para que uma dezena de alguns pervertidos possam comentar "- Aff, feia não, você é linda". E, de repente, vem aquela sensação de grandeza. De ser admirada, desejada e aplaudida. Uau, como é bom sentir isso... Esse sentimento de ser diferente, de ser olhada e vista.
Mas por que tantas pessoas, cheias de admiradores, vão dormir em suas camas se sentindo tão vazias? Deixe-me lhe dizer uma coisa sobre você que você ainda não sabe. Você não é o ser mais especial do mundo como pensa e como lhe disseram. Mentiram para você com tapinhas nas costas e mensagens de motivação, dizendo que você é único, importante e insubstituível. As coisas que você pode fazer, outra pessoa também pode. A beleza que você exala, outra pessoa também tem e, acredite ou não, ela vai acabar um dia. Os elogios que a rede social lhe faz, eles fazem para outros iguais a você. Você não é tão importante assim como pensa. Pode até ser, no seu fantástico mundinho de Bob, de Oz ou na fantasia que você imaginar, mas para  o mundo real todos somos substituíveis.
Essa é a realidade, aceite ela e faça dela sua força.
Mas Calma, relaxa e não se desespere. Pois isso vale apenas para o mundo que gira em torno de si. Pois existe uma pessoa que para Ela, você é a pessoa mais importante do universo.

Resenha: Não li esse livro todo de uma vez. Eu estava lendo um ou outro livro. Livros de autores parceiros e também leituras atrasadas de livros que comprei. Então eu o lia a noite, antes de dormir.
E acho que foi melhor assim, porque quando você lê um livro todo de uma vez, você acaba perdendo partes importantes, que acabam passando despercebidas, e lendo com calma, pude processar cada lição que o livro tentava me transmitir.
A verdade é que ele carrega uma mensagem muito importante. Contado em terceira pessoa, "O manual da vida" narra a noite de uma garota, que vive típicos problemas do cotidiano, com desilusões, brigas entre amigas, questões religiosas etc. Marry está se sentindo péssima, e pensa que está sozinha no mundo. O que todos nós já pensamos em algum momento de nossas vidas.
No decorrer da história, descobrimos o que a levou a se afundar nesse mar de tristezas, e também refletimos sobre as várias lições deixadas no decorrer dos capítulos.
O livro fala sobre confiança e desconfiança, amor e ódio, amizade e traição, fala sobre as redes sociais e sobre grupos sociais, e principalmente, fala sobre Deus.
Não pense que o livro é bobo, que ele só fala sobre religião. Não! Ele conta uma história que se assemelha a de qualquer um de nós, quando vamos a uma festa ou quando vemos nossos amigos. Ele tenta nos mostrar que Deus está lá por você em todos os momentos, mesmo quando você não está lá por ele.