segunda-feira, 2 de maio de 2016

Apenas uma garota comum - Heloisa Galindo

Resenha por: Vitória Bueno
Nota: 9/10
Livro: Apenas uma garota comum
Autora: Heloisa Galindo
Número de páginas: 136
Editora: Novo século



Sinopse: Serena é uma garota normal, que vive em uma cidade na Califórnia com sua irmã Sierra e seus pais.Como toda adolescente, frequenta a escola com sua amiga Aísha. Outro detalhe comum da idade: não é a melhor aluna de matemática.
Na manhã do seu aniversário, coisas estranhas começam a acontecer com Serena, e, junto com sua amiga, ela tenta encontrar um modo de voltar ao que acredita ser normal.

Resenha: Serena é uma típica adolescente. Ela estuda, tem uma melhor amiga, e também convive com pessoas que ela não suporta. Ela, como todo mundo, tem problemas na escola, não é a melhor aluna, não gosta de matemática. Tudo normal. Tudo muito normal.
Porém, no dia de seu aniversário de dezesseis anos, ela vê sua vida virar de cabeça para baixo. Mudanças repentinas começam a acontecer em seu corpo, primeiro em seus olhos que começam a mudar de cor de acordo com seu humor. Logo, ela descobre que tem poderes sobrenaturais e fica completamente desnorteada com o que sua vida se tornou.
Junto com sua amiga Aísha, Serena começa a pesquisar compulsivamente o que pode estar acontecendo.

Me senti em um filme americano quando comecei a ler o livro.
Primeiro porque ele não se passa no Brasil, e sim na Califórnia, e isso já me fez viajar para outro lugar, afinal são culturas e pessoas diferentes.
Segundo que toda essa história de escola e patricinhas, é bem a cara dos filmes de Hollywood.
E isso deixou o livro bem gostoso de ler. A autora soube escrever de um jeito que te prende ao livro. Eu simplesmente quis ler o livro todo de uma vez.

Os personagens são muito fofos.
Serena vive com os pais, que quase nunca estão em casa, e com sua irmã mais nova, que não aparece muito no livro mas é uma personagem muito meiga, e que gostei bastante.
Me identifiquei com a Serena e tenho certeza de que muitos se identificarão. Ela não tira boas notas, vive em guerra com as garotas populares e não encaixa muito nos esportes.
Ela tem uma amiga, uma verdadeira amiga, que ela pode sempre contar. Amei Aísha porque a achei muito carinhosa e companheira, e sem ela, a história não teria sido tão legal.

O livro é bem curtinho, pouco mais de cem páginas, com capítulos também curtos, facilitando assim, a leitura. Sem falar dessa capa maravilhosa não é mesmo?

Então, alguém ficou curioso para saber o que há de errado com a Serena? Eu confesso que me surpreendi com o final e espero muitíssimo que tenha uma continuação...

Parabéns pelo livro Heloisa!!