segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Como eu era antes de você - Jojo Moyes

Resenha por: Vitória Bueno
Nota: 9,0
Livro: Como eu era antes de você
Autora: Jojo Moyes
Número de páginas: 286 (edição econômica)
Editora: Intrínseca


Sinopse: Aos 26  anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

Resenha: Após toda a repercussão que esse livro causou, decidi que precisava lê-lo. E essa decisão veio de repente. Só peguei o livro e devorei ele em menos de 48 horas.
Lou é engraçada, falante e usa as roupas mais estranhas que se possa imaginar.
Will perdeu a vontade de viver após o acidente e quando conhece Lou, a vê como uma babá à espreita para que ele não tire sua própria vida.
Não demora muito para que eles se aproximem e se tornem amigos.
Lou começa a planejar aventuras que incentivem Will a ver a vida como uma coisa boa e, apesar de se esquivar no inicio, Will passa a aceitar os passeios, principalmente porque percebe que sua cuidadora realmente o faz se sentir melhor.

Minhas considerações positivas: O livro é fantástico. Os personagens são muito bem montados e eu gostei de cada um, da forma em que eles foram descritos e da forma em que eles foram colocados nos cenários do livro. Em diversos momentos, me vi no lugar de Lou, e me senti mal por ela ter carregado aquele fardo. Mas me coloquei também no lugar de Will, e senti que deveria me manter neutra durante todo o livro, pois eu não queria enxergá-lo como um egoísta. Compreendi os argumentos dele e percebi que ninguém deve julgar alguém naquela situação. Achei a história muito comovente.

Minhas considerações negativas: Poxa, a Jojo tinha mesmo que tratar a situação de Lou de forma tão superficial? Tipo, eu senti falta do sentimento da personagem em relação a Will. Lou só demonstra seus sentimentos por Will no final do livro e de forma muito superficial, na minha opinião. Sei que muitos acharão essa minha expressão um spoiler ("só demonstra seus sentimentos por Will no final"), mas acho que todos sabem que esse é um livro de romance então se espera que haja um "lance" entre os personagens. O livro é narrado por Lou (alguns capítulos são narrados por outros personagens mas 90% do livro é narrado pela visão de Lou), então o leitor meio que sabe como ela se sente, porém ela trata Will de maneira profissional e sem muito sentimento. É mais uma relação de amizade que existe entre eles e também o desafio que existe na cabeça da protagonista em mostrar as coisas boas da vida para Will. Achei que poderia haver um pouco mais de sensibilidade nesse caso. Senti como se a autora quisesse esconder o amor entre os personagens até o último momento e isso me incomodou.

Mas avaliando o livro por inteiro, eu realmente gostei e recomendo. É realmente um livro reflexivo e muito bonito, além de muito, muito divertido.
Amei!!!