segunda-feira, 27 de março de 2017

O Rei Perdido - Rafaela S. Polanczyk

Resenha por: Vitória Bueno
Nota: 9,0 - 10,0
Livro: O Rei Perdido
Autora: Rafaela S. Polanczyk
Número de páginas: 398
Editora: 3i


Sinopse: A vida de Raul era muito tranquila, isso antes de encontrar a pedra, e as alucinações e visões começarem a perturbá-lo. Ele sabia que nunca teria sua vida tranquila de volta. E estava certo. As alucinações eram somente o começo de algo maior, muito maior: uma jornada que levaria o garoto a rever tudo o que acreditava e tudo que sabia. Uma jornada na qual sua vida e a de um mundo inteiro estava em jogo.

Resenha: Raul leva uma vida normal. Apesar de ter um pai meio exigente e grosso as vezes, ele tem sua mãe que é muito amorosa. Além disso, tem Alice, sua professora que é muito sensitiva,e quando digo sensitiva, quero dizer do tipo meio sobrenatural.
Mas de uma hora para outra a vida do garoto vira de cabeça para baixo. Após encontrar uma misteriosa pedra, o protagonista passa a ter alucinações e visões. Além disso, a família que ele pensava pertencer na verdade não é sua família de sangue.
Então depois de momentos de muita reflexão e frustração, o menino decide seguir seu próprio caminho e deixa sua casa em busca de respostas e de um lugar onde possa chamar de lar.
É durante essa sua procura que Raul acaba descobrindo um portal que o leva à um outro mundo: Jolebon.

Logo nas primeiras 50 páginas o leitor recebe todas essas informações. Fiquei de boca aberta com a forma deliciosa com que a autora libera essas descobertas. A escrita da Rafaela é maravilhosa.

Raul tem 16 anos e é um garoto muito inteligente. Impulsivo talvez... Sair de casa logo após receber a notícia de que é adotado, sem nem mesmo procurar entender as coisas primeiro, me pareceu meio estúpido a princípio.
Bom, após as desventuras que acontecem com ele, a história eleva os leitores para um outro nível, e nos apresenta um mundo diferente mas com algumas características bem parecidas com o mundo real.
Jolebon já foi um mundo próspero e feliz, mas agora passa por momentos de pobreza e repressão. Gostei do fato de a autora falar muito sobre problemas políticos e sociais no livro. Outra coisa legal é que esse mundo é uma espécie de dimensão paralela, ou seja, Jolebon fica no planeta Terra mas é um mundo diferente. Gostei muito de o livro falar sobre isso.

Os personagens são fantásticos.
Layla por exemplo, é uma garota forte e decidida. Do tipo que não aguenta mais as regras absurdas impostas tanto pela sociedade quanto pelo governo. Me identifiquei muito com ela.
Os personagens secundários também se mostram bem importantes no decorrer da história, mostrando que tudo está entrelaçado.

A leitura é muito fluida. Li o livro bem rápido. A escrita é mesmo maravilhosa.
Só o que tenho a reclamar são de alguns poucos momentos em que os personagens entram em controvérsias. Dizem algo e depois falam outra coisa diferente. Talvez tentam sido deslises da autora.
Também notei outra coisa: a narradora da história é Layla, porém, em certos momentos ela narra coisas que aconteceram quando ela não estava presente, ou seja, não tinha como ela saber daqueles instantes. Achei isso um furo também.
Mas o restante é ótimo. O mundo criado pela autora tem muitíssimos detalhes, o que eu acho extremamente importante quando se cria do zero um mundo diferente.
A história não é enjoativa e os capítulos são relativamente pequenos, o que como eu já disse diversas vezes, me agrada bastante pois deixa o fluxo da leitura mais rápido.

Recomendo para todos que gostem de fantasias cheias de seres mágicos e de grandes aventuras.