terça-feira, 2 de maio de 2017

O Senhor dos Pesadelos - Elisabeth Maggio

Resenha por: Vitória Bueno
Nota: 10,0 de 10,0
Livro: O Senhor dos Pesadelos
Autora: Elisabeth Maggio
Número de páginas: 79
Editora: Moderna




Sinopse: Lívia não precisa dormir para sonhar. Quando ela abre os olhos, os pesadelos estão apenas começando. Presa no limite entre o sonho e a realidade, Lívia tem de lutar contra duas forças opostas: de um lado, a realidade que a oprime; do outro, o mundo dos sonhos, dominado pela estranha figura do Construtor, que tenta mantê-la para sempre em seu reino de ilusão, prazer... e terror.

Resenha: Já faz tempo que quero falar desse livro por aqui. Até hoje não encontrei ninguém que o conhecesse e espero ainda encontrar, porque poxa, quero falar sobre esse livro com alguém que saiba do estou falando kk.

Li esse livro pela primeira vez quando tinha uns doze ou treze anos e na época lembro de me sentir muito animada e claro, sonhadora. Lembro também de morrer de amores pelo Construtor porque sim, eu amo os vilões. Depois de tanto tempo, tirei um tempo para lê-lo novamente com mais calma e adivinhem: continuo morrendo de amores pelo Construtor dos Sonhos. Sei lá, eu consigo ver tanta complexidade nele... No livro todo na verdade.
Esse livro é juvenil. Não acho que ele seja recomendado para crianças. É um livro sobre adolescentes. Sobre como é ser adolescente e como é amadurecer e enfim passar para a fase adulta.

Lívia é uma menina meio perturbada que vive com a cabeça no mundo da lua. O problema é que algumas vezes, quando está em seu próprio mundo, ela realmente teleporta sua mente para lá. E viver literalmente dentro de um sonho pode não ser uma experiência tão boa como se pensa.
Num desses seus "sonhos" ela conhece o Construtor dos Sonhos, um homem mal e persuasivo que quer Lívia para sempre para ele. Ele quer isso porque os sonhos da garota são muito fortes e ele meio que se alimenta deles. Lívia então precisa descobrir uma forma de se livrar desse vilão mas fica difícil quando a todo tempo ela é puxada para o sedutor mundo dos sonhos.

Parece ser um livro bem fantasioso mas ele coloca a prova certas perguntas de uma forma bem inteligente e isso transforma a leitura em uma experiência muito rica. Por exemplo: o que aconteceria se uma pessoa decidisse viver apenas seus sonhos e se esquecesse da vida real?
De certa forma, fala também sobre antissocialidade, afinal, conta a história de uma garota que não tem muitos amigos e vive preza no mundo da imaginação.

Eu adoraria que houvesse uma continuação porque eu nunca consegui superar as perguntas não respondidas desse livro, mas a autora não escreveu uma sequência :-(

Bom, não vou estender essa resenha. Eu provavelmente começarei a falar aboborinha porque é isso que esse livro faz comigo, kkk. Mas eu super indico ele pra todo mundo. Ele é realmente incrível e além de ter marcado imensamente minha adolescência ainda se tornou um dos meus livros favoritos.