segunda-feira, 31 de julho de 2017

Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos - Jane Austen e Ben H. Winters

Resenha por: Vitória Bueno
Nota: 9,0 - 10,0
Livro: Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos
Autores: Jane Austen e Ben H. Winters
Número de páginas: 320
Editora: Intrínseca



Sinopse: Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos amplia o texto original do célebre romance de Jane Austen, publicado em 1811, e traz cenas novas, com lagostas gigantes, polvos raivosos, serpentes marinhas de duas cabeças e outras monstruosidades.
Quando nossa história começa, as irmãs Dashwood são expulsas do lar em que passaram a infância e enviadas para viver numa misteriosa ilha repleta de criaturas selvagens e segredos obscuros. Enquanto a sensata Elinor se apaixona por Edward Ferrars, sua romântica irmã Marianne é cortejada por dois pretendentes ao mesmo tempo: o vistoso Willoughby e o medonho coronel Brandon, parte homem, parte polvo.
Conseguirão as irmãs Dashwood triunfar sobre matriarcas intrometidas e patifes inescrupulosos e encontrar o verdadeiro amor? Ou se tornarão vítimas dos tentáculos que estão sempre a lhes agarrar os calcanhares?


Resenha: Já postei a resenha sobre o fiasco que foi ler Orgulho e preconceito e Zumbis aqui no blog e eu juro que não esperava muita coisa dessa outra adaptação, e foi por isso que escolhi ele para ler durante a Maratona Literária de Inverno, porque não sei quando eu iria ter coragem de lê-lo em outra oportunidade.
Mas sério, me surpreendi muito com essa leitura.

Eu nunca li a versão original e quero deixar isso claro. Mas achei tão natural a forma como foi introduzida os monstros e as reviravoltas da história que, ao contrário de Orgulho e preconceito e Zumbis, não pensei muito sobre como seria a história original. Acho que foi esse o problema com o outro livro. Via-se claramente a quebra da narrativa de Jane Austen quando o outro autor entrava para narrar as histórias dos zumbis. Já em Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos, eu não percebi tanto essa quebra e fluiu muito bem, como se fosse a história original.

O livro conta a história de Elinor e Marianne Dashwood, duas irmãs que vão morar juntamente com a mãe e sua irmã mais nova em uma pequena ilha, em plena época em que os monstros marinhos estão dominando o mundo.
Em seu novo lar, as irmãs conhecem pessoas exóticas e interessantes que vivem nas ilhas e terras ao redor. Dentre essas pessoas, elas conhecem o coronel Brandon, um homem que nascera com tentáculos no rosto e também Willoughby que logo conquista o coração de Marianne.

As reviravoltas todas, desde a mudança das Dashwood até o desfecho da história é bem emocionante.
Brandon se apaixona por Marianne, que não pode corresponder seu amor por já estar apaixonada por outro.
Elinor ama Edward, um homem de sua antiga cidade, mas fatos surpreendentes começam a abalar o futuro que ela tanto imaginou.
Além disso, todos os monstros, cidades subaquáticas e deformações grotescas apimentaram a história fazendo com que ela fosse divertida e gostosa de se ler.

Essa edição tem o mesmo problema da de Orgulho e Preconceito e Zumbis, os capítulos foram muito mal distribuídos nas páginas, o que me incomodou um pouco, mas como a história fluiu melhor então não vou reclamar tanto quanto reclamei do outro livro kk.

Super recomendo esse livro. Achei ora divertido, ora angustiante, ora frustrante, ora um amorzinho kk. Adorei os personagens e agora também fiquei curiosa para conhecer a história original.